Cisam/ UPE recebe campanha da Febrasgo de conscientização sobre nutrição na gestação e pós-parto

Após um ano acontecendo em ambiente exclusivamente digital, com muito conteúdo nas redes sociais e sites, além de lives informativas – e, uma vez passada a fase mais aguda da pandemia, que limitou atividades presenciais, especialmente com a participação de gestantes - a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) promoverá no próximo dia 29, em Recife/PE, um evento para celebrar a campanha Nutrindo o Amor.

Durante a manhã, as pacientes que frequentam semanalmente o CISAM/UPE, hospital referência no atendimento à mulher no Estado, poderão participar de uma programação com palestras e rápidas experiências gastronômicas alinhadas aos propósitos da campanha: levar informação e oferecer dicas práticas sobre nutrição com alimentos regionais, sem gastar muito.

A chef Negralinda (@instituto_negralinda), Empreendedora Social, Presidente do Instituto e proprietária do Bistrô Negralinda, é destaque da programação. Em sua participação, ela oferecerá um menu aos presentes.  “Para mim, é muito importante poder participar e contribuir com um evento que envolve mulheres”, exalta. “Fico muito feliz pela oportunidade de unir o Instituto e o Bistrô Negralinda neste evento tão importante de alimentação saudável para mulheres grávidas”, completa.

“Além de poder oferecer informação gratuita de qualidade, a Febrasgo realizará uma intervenção com ações variadas para gerar experiência no próprio hospital, com uma feira ao ar livre, apresentação de vídeos e materiais informativos dentro do hospital, de forma acessível, para que as pacientes fiquem confortáveis em prestigiar a campanha”, comenta o Dr. Agnaldo Lopes, presidente da Febrasgo, ao celebrar a iniciativa e cumprimentar o Dr. Olímpio Barbosa de Moraes Filho, diretor clínico do CISAM pela oportunidade.

"Nutrição é um aspecto muito importante na saúde da mulher, principalmente quando grávida. Lembrando que a anemia, muitas vezes causada por questões nutricionais, é endêmica no Brasil, especialmente no Nordeste. Muitas vezes, as mulheres têm dificuldades orçamentárias, mas podemos dar sugestões de alimentação saudável, buscando adequar o custo (baixo) com a qualidade do alimento. Por isso, promover uma ação tão importante assim, no CISAM, é de extrema felicidade. É um marco que consagra um projeto tão grandioso como Nutrindo o Amor", finaliza o Dr. Olímpio Barbosa, também diretor da FEBRASGO, ao exaltar a importância desse olhar, tanto para a mulher quanto para o bebê que está sendo gerado.

 

Mais sobre a campanha Nutrindo o Amor

Nutrindo o Amor é uma campanha nacional idealizada pela Febrasgo que busca abrandar os impactos da ingestão nutricional insuficiente por meio de ações educativas, informativas e conscientização. A iniciativa faz um alerta para o papel da alimentação em todo o processo gestacional.

A campanha apresenta de maneira prática e didática, por meio de conteúdo nas redes sociais, site, lives e materiais ricos (como e-books e livretos de receitas), dicas para identificação de caminhos nutricionais que possam amenizar os cenários de falta de recursos, no caso daquelas que sofrem com escassez de alimentos abundantes, gás e luz.

Em recente live da campanha, a presidente da Comissão Nacional Especializada (CNE) de Assistência Pré-Natal da Febrasgo, Dra. Fernanda Surita, comentou que “a gestação é um momento especial na vida e no corpo da mulher e propícia para trabalhar mudanças de hábitos alimentares”. E acrescentou que “quando conseguimos mudar hábitos neste período, entendemos que ele tende a perdurar pela vida e se estender à família”, completou.

Confira o vídeo manifesto da campanha: https://youtu.be/qsIy4gWHU14

Vinícius Soares, ex-aluno da UPE, é eleito presidente da ANPG para a gestão 2022-2024

O 28º Congresso da ANPG elegeu o primeiro presidente pernambucano, LGBTQIA+ e residente em saúde

 

Imagem: José Paulo Oliveira

 

Entre 23 e 25 de julho, aconteceu o 28º Congresso Nacional da Associação Nacional de Pós-graduandos (ANPG), na Universidade de Brasília (UnB), com a temática “O Papel da Ciência Nacional e da Pós-graduação para a Reconstrução de um Brasil Independente”.

No evento, estudantes do Brasil inteiro debateram questões fundamentais para o país, ressaltando a importância da valorização do pesquisador e desenvolvimento nacional e também elegeram a diretoria para o período de 2022 a 2024.

Foi escolhido como presidente da ANPG, em consenso, o pernambucano Rogean Vinícius Santos Soares, 29 anos, nascido em Recife. Vinícius cursou biologia na Universidade de Pernambuco (UPE) e entrou para o movimento estudantil em 2011, quando disputou o diretório acadêmico de ciências biológicas da UPE. “Em 2015, tive a oportunidade de participar do Ciências Sem Fronteiras e fui para os Estados Unidos estudar na Marshall University. Foi uma experiência transformadora e voltei ao Brasil decidido a seguir na carreira acadêmica”, conta o biólogo.

Em suas atividades profissionais, Vinícius foi Tesoureiro do Diretório Central dos Estudantes Professor Paulo Freire (DCE-UPE), bolsista de Iniciação Científica pelo CNPq, Secretário-geral da ANPG (2016-2018) e Diretor de Comunicação (2018-2022).

Mestre em biologia celular e molecular aplicada, Vinícius é atualmente residente de saúde coletiva pelo IMIP-Recife. E, agora, terá a missão de conduzir a ANPG pelos próximos dois anos. “Acrescentar essa experiência da residência à direção será essencial nesta nova gestão. É uma honra estar à frente de uma entidade tão combativa como a ANPG”, destaca Soares, que também será o primeiro estudante LGBTQIAP+ a assumir o cargo.

Para essa gestão, a ANPG seguirá exercendo um papel fundamental na garantia da democracia brasileira. "Até outubro, estaremos vigilantes para que as eleições sejam livres e democráticas. A nossa gestão também estará focada na valorização da ciência e do pesquisador. Isso passa pela continuidade de nossa campanha de reajuste das bolsas de pós-graduação e de recomposição do orçamento do Ministério da Educação e do Ministério da Ciências e Tecnologia", reforça Vinícius.

UPE marca presença no lançamento do edital da Facepe de apoio a projetos de prevenção e mitigação de incidentes climáticos

A vice-reitora da Universidade de Pernambuco (UPE) professora Vera Gregório e o vice-diretor da Escola Politécnica de Pernambuco (POLI), Sérgio Campello participaram da solenidade de lançamento do edital nº 21/2022 de apoio a projetos de prevenção e mitigação de incidentes climáticos provocados pelas chuvas.

O encontro foi realizado na sede do Palácio do Campo das Princesas e contou com a presença do Governador Paulo Câmara. Com investimento de R$ 5,6 milhões, a iniciativa vai apoiar sete propostas, por meio da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe).

Cada projeto contemplado pode alcançar até R$ 800 mil e deve ser executado no prazo de um ano. Além de serem desenvolvidas em uma instituição de pesquisa (IES ou ICT), as propostas terão de estabelecer parceria com empresas públicas e privadas juntamente com a instituição interessada no desenvolvimento do produto.

Algumas áreas temáticas serão priorizadas, como o monitoramento hidrometeorológico e a previsão do tempo e do clima; a drenagem e manejo de águas pluviais urbanas (mapeamento de rios, canais, desobstrução e alagamentos); a geotecnia, a estabilidade de taludes e o mapeamento digital de riscos; a plataforma socioeconômica georreferenciada nas áreas de risco; a integração de plataformas e base de dados; e a inovação inclusiva para comunidades em áreas de risco.

Estiverem presentes o secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Fernando Jucá; a diretora de inovação da Facepe, Aronita Rosenblatt; o reitor da Universidade Federal de Pernambuco, Alfredo Gomes; o presidente da Academia Pernambucana de Ciências, Anísio Brasileiro; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Recife; Rafael Dubeux. 

Além dos secretários estaduais Fernandha Batista (Infraestrutura e Recursos Hídricos), Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão), coronel Carlos José (Casa Militar) e Marcelo Canuto (chefe de gabinete); o secretário executivo de Defesa Civil, tenente-coronel Leonardo Rodrigues; a presidente da Apac, Suzana Montenegro.

Fonte: Secti/Palácio do Governo

Chefe de infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz/UPE recebe prêmio internacional

O chefe da infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz da Universidade de Pernambuco, Demetrius Montenegro recebeu o certificado internacional "profissional de saúde atende HIV sem estigma ou preconceito” concedido pela
Sociedade Internacional de AIDS conhecida como IAS. O evento aconteceu nesta quarta-feira (28) em Montreal, no Canadá.

A premiação nessa categoria foi entregue a seis profissionais de países diferentes. Demetrius representou o Brasil.

A indicação ao prêmio é recolhida por ong’s dos países associados à IAS. Depois, é realizada uma avaliação do especialista indicado.

"Nunca imaginei viver um momento como vivo hoje. Vinte e dois anos dedicados a cuidar de pessoas que vivem com HIV venho construindo um caminho sem estigma e preconceito e ao longo desses anos aprendi que cuidar de pessoas vivendo com HIV é muito mais do que examinar e prescrever medicamentos, é ouvir, é apoiar, é olhar a alma do outro através dos olhos, na maioria das vezes somos os únicos a apoiá-los. Precisamos ter empatia, o Brasil precisa de empatia, disse emocionado. 

Leia mais...

UPE promove VI Simpósio do Complexo Hospitalar

A Superintendência do Complexo Hospitalar (SCH) da Universidade de Pernambuco (UPE) realizará, nos dias 04, 05 e 06 de agosto de 2022, o “VI Simpósio da Universidade de Pernambuco – Saúde Digital: Desafios e Oportunidades”, com intuito de compartilhar os avanços tecnológicos na gestão de estabelecimentos e sistemas de saúde, assegurando qualidade na assistência.

O evento científico é desenvolvido anualmente pela SCH em conjunto com os três hospitais do complexo: Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (CISAM), Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC) e o Pronto-Socorro Cardiológico Universitário de Pernambuco (PROCAPE, e uma das cinco unidades de educação da UPE (FCM/FENSG/FOP/ICB/ESEF). Estando à frente da organização desse ano o PROCAPE e a Escola Superior de Educação Física (ESEF). O objetivo do encontro é a integração entre as unidades do Complexo Hospitalar e as transformações na era digital.

O Simpósio acontece de forma on-line, com transmissão pelo canal do evento no YouTube, que você pode acessar AQUI. “O Simpósio sempre primou pelo princípio da sustentabilidade com prudência ambiental e justiça social, sendo portanto um evento aberto e sem taxas para inscrição. A prudência ambiental se caracterizou nos primeiros eventos quando os pôsteres em lona expostos no evento presencialmente, eram doados à coordenação do simpósio para produzirmos uma reciclagem de bolsas para os eventos com a lona”, destacou Dra. Paula Loureiro, uma das organizadoras do evento.

A programação se inicia na quinta (04), com uma mesa de abertura oficial a partir das 9h30. Em seguida será realizada a conferência “Transformação Digital: quais os impactos na área da Saúde?”, conduzida pelo Diretor Superintendente de Medicina Diagnóstica e Ambulatorial da Sociedade Beneficente Israelita Albert Einstein, Dr. Eliezer Silva, e com a coordenação da Dra. Isly Lucena (PROCAPE/SCH/UPE).

Já no segundo dia (05), a programação do Simpósio conta com o Webinário II de integração entre as Unidades do Complexo Hospitalar, sob a coordenação da Assessora de Planejamento da SCH/UPE, Lauriluci Farias, com as abordagens “Gerenciamento do Sangue de Pacientes”, com coordenação da Dra. Lorena Costa (CISAM/UPE) e “Tratamento da Endocardite Bacteriana”, com coordenação da Dra. Diana Lampréa (PROCAPE) e do Dr. Demetrius Montenegro (HUOC).

Ao todo, serão 35 palestrantes para dividir suas experiências durante os dois primeiros dias de evento. A programação contará com mesas de debates virtuais e apresentação de trabalhos científicos orais. O Simpósio é voltado para profissionais da área de gestão assistencial e administrativo-executiva representada pelos servidores, docentes, discentes, pesquisadores e extensionistas das áreas de saúde e gestão da saúde. O último dia da programação (06) é voltado para as apresentações de trabalhos científicos.

Na cerimônia de encerramento será apresentado o Programa Arte na Medicina - 25 anos, sob a coordenação do Prof. Paulo Barreto Campello, tentando fazer o contraponto entre a arte na medicina e sua humanização e as tecnologias usadas em benefício dos pacientes. “Esse evento possibilita o processo de trabalho mais automatizado e mais humano. O uso da telemedicina foi um avanço. Além disso, a educação e a pesquisa foram viabilizadas através do uso de plataformas on-line, software de captura e gestão de dados para pesquisa, ao longo da pandemia”, ressaltou Dra. Isly Lucena, organizadora do Simpósio.

Estão inscritos 1150 participantes e serão apresentados 580 trabalhos científicos no VI Simpósio. Os anais deste evento científico serão publicados posteriormente pela Editora da Universidade de Pernambuco (Edupe).

Outras informações podem ser obtidas pelo endereço eletrônico: www.simposioch.upe.br

Confira a programação completa AQUI.